GALERIA
NEWSLETTER

Insira o seu nome
Insira o seu email
Home > Informações Úteis > Características do transporte
Características do transporte


Características do transporte
O transporte deve ter determinado tipos de características consoante os alimentos que transporta, existe :

Transporte aberto – Constituído por material não tóxico, com fácil limpeza, e desinfestação. Este transporte é para leite em embalagens metálicas, bebidas em garrafas, hortícolas e produtos idênticos.

Transporte aberto com protecção
– Constituído por material de fácil limpeza com protecção de lona, plásticos e outros. Este transporte destina-se a biscoitos, cereais, derivados dos farináceos, temperos e especiarias, café, água mineral, doces, massas secas, óleos, sal, açúcar e derivados, alimentos em embalagens hermeticamente fechadas e produtos idênticos.

Transporte fechado à temperatura ambiente – Constituído com material não tóxico, com resistência, de fácil limpeza e fácil desinfestação, este transporte deve garantir que os produtos não se movam para garantir a sua integridade.
Destina-se a produtos de panificação, produtos salgados ou de conserva, pescado salgado ou fumado, produtos de pastelaria e produtos análogos.

Transporte fechado, isotérmico e refrigerado – Constituído por material liso, com resistência, não tóxico e impermeável. Para uma conservação a quente a temperatura deve ser mantida acima de 65ºC, para um produto refrigerado deve manter-se entre 4 ºC a 6 ºC, resfriado entre 6 ºC a 10 ºC, para produtos congelados entre -18 ºC a -15 ºC tendo sempre em conta as especificações do fabricante, os termómetros devem estar em condições de bom funcionamento.
Devem estar equipados de estrados, prateleiras, caixas e ganchos.
Este transporte dirige-se a carnes, sumos, creme vegetal e margarina, congelados ou supercongelados, gelados, gorduras em embalagens metálicas, produtos de pastelaria que necessitem de controlo de temperatura, refeições prontas para consumo e produtos idênticos

Transporte de alimentos perecíveis
Este tipo de transporte necessita um controlo de temperaturas muito rígido e a adequação às normas para especificas para estes.
Os alimentos perecíveis estão regulados pela norma geral e pelo acordo internacional de transportes – APT, este acordo tem como objectivo que os alimentos sejam transportados internacionalmente e que garantam as condições para o consumo, assim como os veículos de transporte devem garantir as condições técnicas necessárias.
O transporte de alimentos perecíveis deve ser efectuado em veículos isotérmicos, refrigerados, frigoríficos ou ainda caloríficos. Para cada alimento estão especificadas as devidas temperaturas:
• -18 ºC, Congelados e ultracongelados,
• 6 ºC Manteigas,
• 4 ºC Produtos de caça,
• 4 ºC Leite cru para consumo,
• 6 ºC Leite destinado à industria,
• 4 ºC Produtos lácteos (iogurtes, natas e queijo),
• 6 ºC Pescado, moluscos e crustáceos embalados em gelo, e produtos a base de carne,
• 7 ºC Carne,
• 4 ºC Aves.
A norma estabelece as seguintes definições (Transporte de alimentos perecíveis, 2008):

Veículos isotérmicos – Veículo onde a caixa tem paredes isoladas, incluindo as portas o solo e o tecto.

Veículo refrigerado Veículo isotérmico mas com uma fonte de frio, que permite regular a temperatura até -20 ºC.

Veículo frigorifico Veículo isotérmico mas com um mecanismo capaz de produzir frio, reduzindo assim a temperatura entra 12 a -20 ºC.

Veículo calorífico Veículo isotérmico mas com uma fonte capaz de produzir calor, permitindo elevar a temperatura e mantê-la 12 horas, constante ou superior a 12 ºC.

 








© Polibraga | Desenvolvido por fastdigital.pt | 1 visitante online | Página gerada em 0.0679 seg